terça-feira, 26 de março de 2013

SOBRE EX: RELEMBRAR O PASSADO?

Quando começamos um relacionamento acho muito chato ficar falando sobre "ex", sei que vez ou outra algo será lembrado, afinal temos um passado, mas ficar o tempo todo com o mesmo assunto? Isso é totalmente desnecessário!
Estamos começando algo novo, e é bom até recordar de algumas coisas ruins, os erros para tentar não repeti-los, e isso eu procuro fazer sempre.
Convenhamos que se a pessoa começa a falar do defunto frequentemente algo errado tem, portanto, desconfie...é como se o relacionamento fosse formado por três pessoas, e o fantasma permanece lá em pensamento.
Por que eu tenho que ficar falando sempre sobre alguém que já se foi e não deu certo? Quando faz pouco tempo do término até entendo, já que precisamos matar o sentimento ainda existente, e para isso é necessário extravasar a raiva, expor os defeitos para que o processo do desapego funcione, ao menos comigo desse modo dá certo, e o ex torna-se uma vaga lembrança, bem distante e fica totalmente desnecessário relembrar da existência dele, pois já não me afeta mais, não há mais nada a sentir e nem a desejar, e ele transforma-se num "conhecido" apenas, e quando esqueço não há mais espaço para cogitar "flashback", cremo o defunto e jogo as cinzas na água corrente hahahaha. Porém se o assunto "ex" persiste, parece que se quer aquilo de volta e ficou algo mal resolvido, e isso é péssimo para o relacionamento atual, pois o momento presente deixará de ser vivido já que o passado ainda sobrevive.
Já tive um quase relacionamento com alguém assim e logicamente não houve como iniciar algo bacana, pois o cara só falava sobre o drama com a ex, sempre surgia algo recorrente, uma lembrança, por vezes eu pensava em cobrar pela sessão de terapia hahahaha já que eu servia para o desabafo da pessoa. Pessoas assim dificilmente conseguem construir algo com outra pessoa, pois não conseguem enterrar o passado, e qual o ser humano, homem ou mulher, apaixonado que irá aguentar o fulano falando de ciclano?!?! O coração não aguenta por muito tempo, e o pior é que essa pessoa depois irá se perguntar o que é que tem de errado com ela?! Oi? Além de tudo é cega!
E aguente o drama do "ninguém me ama, ninguém me quer", mas é claro né meu filho!? Acorde para a realidade, pare de falar sobre o seu trágico passado, o defunto enterrado. Se ainda quer o defunto vá atrás e se resolva, ou então parta para uma terapia caso queira realmente sair dessa.


Um comentário:

Nilson Souza disse...

Isso acontece quando um relacionamento fica mal resolvido